Ginecologista em Santana

logo dra. edinalva braz ginecoogista em santana

Telefones:

   (11)  3115-4375

       (11) 94613-0766

Miomatose Uterina ou Miomas: o que são?

Miomas são tumores benignos (não cancerosos) de fibras musculares do útero que podem crescer para dentro e para fora do útero podendo deformar ou não sua anatomia.

Apesar de extremamente comuns, não se conhece exatamente a causa dos miomas, sabe-se porém que eles são hormônio-dependentes do estrogênio e progesterona já que sua incidência é maior em mulheres em idade fértil e tendem a diminuir seu crescimento com a chegada da menopausa.

miomatose uterina ou miomas

PRINCIPAIS SINTOMAS

Geralmente varia de acordo com a localização dos miomas no útero

A maioria das mulheres não apresentam sintomas, descobrem que são portadoras de miomas durante a realização da ultrassonografia pélvica na rotina ginecológica.

Porém, à medida que os miomas crescem pode ocorrer:

  • aumento do fluxo menstrual (podendo levar à anemia).
  • dor e desconforto pélvico. 
  • aumento do volume abdominal
  • infertilidade (impossibilidade de engravidar)

Quando o mioma cresce para dentro da cavidade uterina pode causar:

  • abortos e partos prematuros: 
  • problemas urinários se houver compressão da bexiga pelo útero miomatoso, levando ao aumento da frequência urinária e cistite.

 

TIPOS DE MIOMAS 

MIOMA PEDICULADO: se desenvolve na superfície externa do útero ligando-se ao órgão por um pedículo móvel.

MIOMA SUBSEROSO: cresce para fora da parede do órgão deixando o útero com aspecto bocelado. 

MIOMA INTRAMURAL: desenvolve-se nas paredes do útero,

MIOMA SUBMUCOSO: cresce para dentro da parede interna do útero podendo afetar o endométrio e causar hemorragias, abortos e infertilidade.

MIOMAS INTRALIGAMENTAR: cresce no espaço entre as tubas uterinas e corpo uterino.

 

TRATAMENTO DO MIOMAS 

O tratamento pode ser clínico e cirúrgico.

Inicialmente os tratamentos clínicos, SEMPRE devem ser indicados para o tratamento dos miomas uterinos, antes de uma indicação cirúrgica. 

Existem vários medicamentos, para tratar os sintomas dos miomas, quando esses são acompanhados por sangramento menstrual muito forte e cólicas menstrua, com uso de:

  • anti-inflamatório não hormonal
  • anticoncepcional combinados (estrogênio e progesterona) ou progesterona isolada 
  • antifibrinolíticos 
  • SIU ( sistema intra uterino  hormonal –  DIU MIRENA) 
  • análogos do GNRH (diminuem muito o tamanho dos miomas, mas causa uma menopausa química com muitos efeitos colaterais)

O tratamento cirúrgico conservador, através da realização da miomectomia e da histeroscopia ou histerectomia (retirada do útero).

A embolização é uma técnica alternativa para o tratamento dos miomas sem retirar o útero. Através, da artéria femural são injetados medicamentos que interrompe o fluxo de sangue do útero para o mioma.

Antes da indicação de uma Histerectomia (retirada completa do útero), uma avaliação clínica criteriosa se faz necessário, especialmente naquelas mulheres que ainda pretendem engravidar ou que nunca engravidaram.

Procure sua ginecologista de confiança!

A escolha do melhor tratamento deve ser individualizada e discutida  entre   você e seu médico.

 

Leia nossos outros artigos e cuide da sua saúde de forma preventiva!

× Como podemos ajudar?